segunda-feira, 9 de março de 2009

IAB-MG em pauta

Estado de Minas, 9 de março de 2009, segunda-feira, caderno: Gerais

PATRIMÔNIO

Casa amarela está salva da destruição
Concurso da seção mineira do Instituto de Arquitetos do Brasil estimula revitalização de importantes edificações para a história da cidade que se encontram em estado precário

Paulo Henrique Lobato

Fotos: Beto Magalhães/EM/D.A Press

Casarão erguido em 1899 na esquina da Avenida Álvares Cabral e Rua Timbiras será transformado em unidade municipal de educação infantil.

O projeto que resgatará o charme do casarão erguido em 1899 na esquina da Avenida Álvares Cabral e Rua Timbiras, no tradicional Bairro de Lourdes, em Belo Horizonte, venceu a 10ª edição do concurso patrocinado pela seção mineira do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/MG). O imóvel amarelo, cuja boa parte da estrutura foi consumida por um incêndio, em 2000, será transformado numa unidade municipal de educação infantil (Umei) e abrigará 440 crianças. O prêmio é um estímulo para que as construções que contam a história da cidade continuem com sua importância e que o patrimônio público degradado – o endereço foi desapropriado pela Prefeitura de Belo Horizonte – seja revitalizado.

Leia mais

2 comentários:

Diana disse...

Ainda bem que temos os guardiões da memória. Um Povo sem memória, sucumbe ao desvario do progresso voraz, que a tudo engole, em seu buraco negro.Parabéns pelo belo trabalho de resgate da história, que já nos parece distante, devido ao turbilhão frenético do tempo, nosso algoz...

joycinha disse...

nossa realmente,ainda bem que existem pessoas que se preocupam com a historia de nossa cidade,caso alguem tenha fotos da parte interna de imóveis abandonados em bh por favor me manda por email:joycinhamarks@yahoo.com.br
abraços ........